Apps de pagamento: como não cair em golpes

Os aplicativos de pagamento, como PicPay, Mercado pago, Ame, já fazem parte do dia a dia das pessoas e trazem praticidade na hora de comprar em um loja e de enviar dinheiro para alguém.

No entanto, esses apps, também se tornam uma terra fértil para ação de golpistas que se aproveitam de brechas de segurança e mesmo de ingenuidade dos usuários.

Por isso, separamos 10 passos para não cair em golpes.

Sempre use antivírus e o mantenha atualizado.

1. Antivírus 

Não guarde todas as senhas em blocos de notas ou e-mail. Prefira um “cofre” de senhas, que são aplicativos para guarda-las em segurança.

2. Senhas

Use senhas diferentes e complexas para diferentes serviços. Cuidado com senhas que tenham nome de animal de estimação, data de aniversário, nome de filhos.

3. Segurança

Use autenticação de dois fatores sempre que tiver. Programas de troca de mensagens e a maioria das redes sociais possuem esse esquema de segurança. 

4. Autenticação
de dois fatores 

Se teve o seu celular roubado, utilize o aplicativo do sistema operacional (Android ou IOS) para rastrear o aparelho e apagar todos os seus dados contidos nele.

5. Celular roubado

Cuidado com links suspeitos de promoções ou sorteios. Verifique na página oficial antes de fornecer dados pessoais e de cartão de crédito.

6. Links suspeitos

Evite pagar produtos pela internet usando boleto bancário, prefira o cartão crédito, pois se houver algum golpe é mais fácil ter o valor estornado pela operadora do cartão.

7. Boleto bancário

Sempre realize transações eletrônicas dentro do ambiente
do site de compra; nunca
por WhatsApp ou e-mail.

8. Páginas oficiais

Se iniciar um relacionamento virtual, peça a pessoa que ligue a webcam para saber se ela realmente quem está por trás da conversa: não remeta quantias em dinheiro.

9. Estelionato amoroso

Não acredite em tudo o que você recebe pelo celular. Verifique sempre nos canais oficiais antes de clicar no link e procedência duvidosa.

10. Procedências das informações 

Texto: Karine Nobre
Roteiro: Erick Tagliari
Fonte:  Gilberto Sudré,
Polícia Civil e Facebook
Design: Adriana Rios
Fotos e vídeos: Pexels, Unsplash e Tenor

Vejas mais webstories