10

Libertadores
2021 

curiosidades
sobre a final da

O campeão acumulará R$ 126 milhões em premiação, isso contando desde a 1ª fase. Só o título rende aproximadamente R$ 84 milhões. Já o vice recebe R$ 33 milhões e acumula R$ 74 milhões pela trajetória.

Duelo de treinadores:

Abel Ferreira e Renato Gaúcho já se enfrentaram quatro vezes, com duas vitórias para Abel e uma para Renato Gaúcho, além de um empate.

O melhor jogador vai ganhar um anel de ouro 18 quilates que tem 122 diamantes, topázio e safira. Pelo Verdão, Weverton, Raphael Veiga e Rony concorrem. Pelo Fla, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol disputam.

No sábado (27) será a 1ª vez que Palmeiras e Flamengo se enfrentam na Libertadores. No único duelo internacional entre às equipes, o Fla se sagrou campeão da Copa Mercosul de 1999 em cima do Verdão.

A taça da Libertadores foi restaurada e o vencedor da edição de 2021 terá uma taça semelhante à original, idealizada em 1959.As mudanças são nos materiais utilizados e na estatueta.

No dia 16 de novembro, o governo uruguaio autorizou 100% de público para a final entre Palmeiras e Flamengo. Com isso, a Conmebol tem a expectativa de receber 60 mil pessoas (capacidade máxima).

Palco da finalíssima, o Estádio Centenário foi inaugurado em 1930 e recebeu, no mesmo ano, a primeira Copa do Mundo da história. O estádio viu o Uruguai se sagrar campeão mundial em cima da Argentina.

O árbitro da grande final será o argentino Néstor Pitana. Ele já esteve em duas eliminações do Palmeiras na Libertadores (2017 e 2019). Em jogos do Fla, apitou apenas um empate com o Grêmio em 1 a 1.

Anitta participará mais uma vez do show de abertura da decisão da Libertadores. Em 2019, a brasileira cantou na final de Lima, no Peru, ao lado de outros artistas, mas desta vez o show será só dela.

Os empresários uruguaios animados. De acordo com o ministro do Turismo local, Tabaré Viera, são esperados "cerca de 60 mil visitantes", que podem gerar receita de US$ 30 milhões ao Uruguai.

imagens e vídeos:
Divulgação Flamengo,
Palmeiras e Conmebol/Divulgação


texto: 
Emanuel Vargas
(aluno do 24° Curso de Residência
em Jornalismo da Rede Gazeta)

revisão:
Filipe Souza


design:
Erick Tagliari