Pancs:

 plantas 

comestíveis

Algumas plantas existentes em
canteiros de ruas, praças e até
quintais são saborosas e têm
um enorme potencial nutritivo,
mas precisam ser identificadas
corretamente.

Você já ouviu falar nas pancs?
São as plantas alimentícias não
convencionais, muitas com enorme
potencial nutritivo e saborosas.

São inúmeras espécies e a maioria
é desconhecida por boa parte da
população. Por outro lado, já
chegam à mesa do brasileiro em
iguarias como empanada de ortiga
e pasta de buriti.

As pancs constituem um grupo
de plantas pouco exploradas no
mundo moderno. São encontradas
facilmente, crescem sozinhas
em quintais, terrenos baldios
e beiras de calçadas.

Cuidado!

A identificação correta de qualquer
planta, alimentícia ou medicinal,
é fundamental. Existem muitas
que são semelhantes visualmente,
mas não são iguais em sua
composição (espécies diferentes).

Algumas, inclusive, podem ser
tóxicas. Recomenda-se sempre,
antes de consumir, pesquisar
sobre as plantas e, se possível,
solicitar a ajuda de algum
profissional capacitado.

Valor nutricional

São diversas variedades de pancs
e cada região do país tem suas
espécies mais populares. Elas
podem servir de alimento e
apresentar grande valor nutricional. 

 Muitas plantas podem ser
consumidas in natura, utilizadas
em suco ou em saladas. Outras
podem ser ingeridas cozidas
ou refogadas, e existem aquelas
que obrigatoriamente devem
passar por cozimento.

Alguns exemplos de pancs: 

Azedinha

Suas folhas apresentam sabor
ácido e podem ser usadas
em saladas e sucos.

Ora-pro-nóbis

Destaca-se por ser rica em
proteína e fibras. Utilizada em
recheios e como corante.
Folhas e frutos comestíveis.

Taioba

As folhas, talos e a batata podem
ser consumidos, entretanto, devem
ser branqueados ou cozidos.
Esse vegetal não deve ser
comido cru.

Capuchinha

Podem ser consumidas as folhas,
as flores e as sementes. Ela tem
sabor picante e costuma ser
preparada em molhos, patês,
pães e saladas, por exemplo.

Beldroegão

Suas folhas podem ser usadas
in natura ou refogadas.
As sementes também são
comestíveis.

Caruru

Apresenta sabor semelhante ao
 espinafre e, para ser consumida,
deve ser branqueada. É usada
como acompanhamento de
carnes ou preparada com feijão.

Capiçoba

Pode ser usada crua, em saladas,
e refogada, ou ainda como tempero.
Tem sabor picante.

(pós-doutor em ciências farmacêuticas) 

(nutricionista)

(nutricionista)

Iessa Comério 

Fernanda Pignaton 

Marcio Fronza

fonte